Subcultura e Link Up Music lançam vinil 7″ com Monkey Jhayam

Foi no primeiro Tawai Dub Festival que Yellow P (Dubversão) tocou pela primeira vez o single “Serious Thing”. Logo de cara, o single agradou o público presente e os deixou curiosos para saber que produção era aquela.

Cantando por Monkey Jhayam, que “sound system é coisa séria”, a homenagem à cultura dos sistema de som é fruto das colaborações que aconteceram no estúdio Link Up Music, capitaneado por Ras Tael.

Em 2016, de passagem por São Paulo, Andrej (Rootz Hi Fi, Chile) acompanhou Yellow P, Monkey e Ras Tael em uma sessão de estúdio e assim nasceu “Serious Thing”, que originalmente foi intitulada “Blood & Culture”.


Registro da sessão de gravação do single “Serious Thing” (Foto: Rootz Hi Fi)

Pouco tempo depois, a Subcultura foi acionada por Monkey Jhayam na tentativa de fazer o lançamento single em vinil. Convite aceito, desde Março de 2017 a equipe vinha trabalhando no tão aguardado lançamento.

Coincidentemente ou não, mais uma vez o single terá um momento marcante no Tawai Dub. Lá, será o lançamento oficial do vinil 7″ “Monkey Jhayam/Link Up Music All Stars – Serious Thing/Dub Thing”.

Serão apenas 300 discos numerados à mão para todo o mundo. Com mais da metade da tiragem vendidada na Europa, o single já está disponível em pré-venda na loja online da Subcultura.

Trocamos uma ideia com o Monkey, que nos contou um pouco mais do processo deste projeto e aproveitou para deixar uma dica para os deejays da nova geração.

Reasonin’: uma conversa séria com Monkey Jhayam

[RockersTime] Como foi que se deu a sua ligação com o estúdio Link Up?

Monkey Jhayam: “Minha primeira visita ao Link Up Studio foi para o meu primeiro ensaio com a QG Imperial em 2011. Lá é o local de encontro, ensaio e estudos da banda.

O estúdio é capitaneado por Ras Tael que, de forma independente, foi levantando também a estrutura de gravação na intenção de tornar o processo de produção musical mais acessível para os músicos e artistas da região.

No ano de 2016 começou a entrar em atividade a ideia de gravar diversos músicos que passavam pelo estúdio. Isso causou um encontro entre integrantes de diferentes bandas, projetos e produtores com o intuito de construir novas músicas, desenvolver parcerias e explorar novos caminhos desse circuito que a cada dia que passa cresce mais e mais.”

Nos conte um pouco mais sobre o processo de criação desse trabalho…

Monkey Jhayam: “Em 2016 através do nosso parceiro Yellow P, recebemos a visita do produtor Andrej, fundador do Rootz Hi Fi (Chile) pela primeira vez. Na época, ele estava em turnê pelo Brasil.

Passamos dois dias no estúdio celebrando, aprendendo e trabalhando em novas ideias. O suficiente para juntarmos algumas novas faixas. Unidos pela necessidade de se construir uma base sólida focada em lançar músicas inéditas na linguagem dos sistemas de som.

Nessa faixa “Serious Thing”, que originalmente foi intitulada “Blood & Culture”, Andrej programou a bateria, deu algumas ideias para a linha de baixo. Yellow P, além de editar e mixar, programou alguns elementos de percussão rítmica e me ajudou a escrever a letra. Lucas Frugoli criou e gravou as teclas, Jah Fyah os tambores, Jah Kamp Far I as guitarras. Além de conduzir e direcionar todo o projeto, Tael gravou o baixo.

A finalização foi no Conscious Sounds (UK), onde foi masterizado por Dougie Conscious.”

Dessas sessões no Link Up, há algo mais a ser lançado?

Monkey Jhayam: “Em 2017 tivemos a oportunidade de lançar o álbum “Link Up Music Sessions Vol. 1″ pelo selo Reco Reggae, do Arthur Joly. O trabalho foi disponibilizado nas plataformas digitais, em CD e também num disco 7” dos riddims “Semina” e “Revolver Dub”.

Agora, depois do lançado do “Serious Thing” em parceria com a Subcultura, a ideia é iniciar 2018 focado em desenvolver um formato de distribuição e valorização dos músicos, selos, produtores e cantores nacionais.

Acumulamos ótimos registros no decorrer de 2017. Posso dizer que o suficiente para seguir até 2020 com lançamentos inéditos.

Contamos com o apoio de todos para que isso seja possível e continuamos o trabalho, celebrando através da música com encontros semanais na nossa base situada na zona leste de São Paulo.”

Você tem trabalhado muito nesses últimos anos e, sem dúvidas, é uma inspiração para os mais jovens que querem cantar. Qual seria sua primeira para quem está começando?

Monkey Jhayam: “Estudar, escutar mais do que falar e nunca dar opinião sobre o que não sabe. Mais vale um silêncio bem conservado do que um berro emocionado.

Só destacar que existem pessoas muito importantes para que eu continue nessa guerrilha verbal. Além de todos que apoiam, divulgam e se identificam com a mensagem, Sérgio DazRua e Rafa Deskareggae tem sido peças essenciais para que os planos se tornem realidade.

Escutar! Estudar muita música tem sido um dos principais modos de estar a cada dia mais convicto de que a arte e o processo de criação musical é o que amo fazer.

Em 2017, estive bem mais dentro de estúdido do que no palco e estou bem satisfeito com o resultado, levando em consideração também o suporte que oferecemos para outros jovens artistas.”

Adquira a sua cópia!

Com lançamento oficial no Tawai Dub Festival 2018, “Serious Thing” já pode ser adquirido na loja oficial da Subcultura em pré-venda por apenas R$55. Especialmente para quem vai para o Tawai Dub Festival o disco pode ser adquirido na loja e retirado em mãos durante o festival. Basta usar o cupom TAWAI SERIOUS THING.

Como são cópias limitadas disponíveis no Brasil, além da pré-venda, a equipe de promoção do tune terá à venda mais cópias durante o festival.

Leonardo Silva [Jah Leo]

Leonardo Silva [Jah Leo]

Iniciei minhas atividades no reggae ao ser um dos fundadores o Reggae pelo Reggae em 2012, onde atuei até Julho de 2016 como Diretor de Conteúdo. No começo dos estudos sobre reggae, me encantei com a cultura dos sistemas de som, fiz parte do Vietcong Promotion até que decidi construir o Leão Conquistador. Também fundei o Rockerstime e a Subcultura, loja online de discos de vinil que distribui para todo o Brasil.
Leonardo Silva [Jah Leo]