Cultura Sound System: reconhecendo os principais sistemas de som do Brasil!

A Cultura Sound System nasceu na Jamaica há mais de 50 anos e está em constante expansão desde então. As movimentações inspiradas nos sistemas de som jamaicanos e londrinos começaram no Brasil há pouco mais de 15 anos.

Foi em 2001 que os coletivos Dubversão e Digitaldubs iniciaram seus projetos. Com trabalho duro e muita insistência incentivaram outros agentes culturais a construir sua própria história. A concretização dos primeiros sistemas de som brasileiros foi o pontapé inicial que faltava para a explosão desse movimento e surgimento de novas equipes. A cena cresce não só em números, como também em diversidade e proposta. Já são tantas as equipes que listá-las hoje é algo extremamente difícil.

rockerstime-dubversao-primordios

Registro histórico do Dubversão, quando se reuniam para rodar os discos na Pompéia

A única certeza é que a Cultura Sound System se firma cada vez mais no Brasil e dá uma sustentabilidade para que o reggae e suas vertentes possam se desenvolver nas mãos de pessoas que amam essa música. Afinal, é preciso muito amor, conhecimento e perseverança para manter um sistema de som ativo em sua cidade.

Observando o movimento como um todo, o desenvolvimento da cultura no Brasil nos trouxe necessidades paralelas que são imprescindíveis para fomentar o crescimento da cultura sound system e do reggae no Brasil. Produtores, lojas de discos, fornecedores de equipamentos e várias outras atividades dão suporte ao crescimento do movimento.

Por discos mais acessíveis e novas equipes!

Foi assim que nasceu a Subcultura, projeto pernambucano fundado em 2015 com a proposta de fomentar a cultura reggae em sua região vendendo produtos e roupas. Observando o crescente movimento dos sistemas de som pelo Brasil, a Subcultura decidiu enxugar processos e se aproximar ainda mais dos amantes do vinil, mídia bastante usada e procurada pelas equipes que se inspiram nos trabalhos de fundação.

Assim, desde Julho de 2016, a loja física no Recife foi fechada para a inauguração de um espaço online, permitindo maiores investimentos em discos e consequentemente maior e melhor oferta de vinis e acessórios para todas as equipes.

rockerstime-gustavo-pontual-pocket-show-subcultura

A Subcultura chegou a completar 1 ano de atividades no centro do Recife (Foto: Gisele Rocha)

Além disso, ciente da missão de dar suporte ao movimento, a loja decidiu investir no portal RockersTime e criou a campanha Cultura Sound System, que tem o objetivo de homenagear e divulgar os principais sistemas de som do Brasil. Essa ponte permitirá que toda nossa rede conheça e possa se espelhar no trabalho dessas equipes, para trilhar seus próprios caminhos e desenvolver suas propostas.

A cada dois meses, uma das principais equipes do país será homenageada com a produção de cartões e adesivos colecionáveis que acompanham todas as compras feitas na Subcultura, além de matérias exclusivas veiculadas aqui no RockersTime contando mais detalhes de cada um destes trabalhos.

Para dar o pontapé inicial, especialmente escolhemos duas equipes que enxergamos um valor imenso dentro da cultura no Brasil. Os escolhidos foram os paulistas do Dubversão e InI Sounds.

O poderoso Dubversão!

Não poderíamos iniciar esta campanha de outra maneira. O Dubversão é um dos coletivos pioneiros no Brasil, fundado em 2001. Hoje, capitaneado por Yellow P, o sistema de som agrada o público por sua seleção e qualidade técnica do som. Além de ter uma equipe altamente entrosada e que dá todo o suporte para que o “seletor amarelo” mostre todo o seu conhecimento.

rockerstime-yellow p-dubversao-don salvatore

Yellow P nos controles do Dubversão (Foto: Don Salvatore)

Outro ponto marcante da equipe é o Jimmy The Dancer, uma das personalidades mais conhecidas dos eventos undergrounds de São Paulo e que está em toda sessão do Dubversão comandando a pista de dança.

A equipe também promove um dos bailes mais tradicionais do Brasil, o JAVA. Festa que já acontece há mais de 10 anos e influenciou o nascimento de equipes como: Quilombo Hi Fi, Leggo Violence, InI Sounds, J*Z Sound System, Africa Mãe do Leão, I-Land Rebel e várias outras.  A equipe também já se apresentou ao lado de artistas como Victor Rice, Indica Dubs, U Roy, Martin Campbell, Mad Professor, Danny Red, Noel Ellis, Brother Culture e vários outros.

InI Sounds, the rastaman sound!

Quando se fala de reggae, é praticamente impossível não lembrar do Rastafari. Foi através da música reggae que a fé foi propagada pelo mundo. Muito antes de estarem envolvidos com a música reggae como forma de expressão e trabalho, a equipe do InI Sounds, formada por Diego Fyah, Diego Jahman e Afreekadu, vivenciavam o Rastafari como caminho e estudo de suas vidas.

Foi nessa esfera que nasceu o InI Sounds, em um momento em que os três membros mais um grupo de irmãos mantinham a “Chacrinha”, vivenciando ali a síntese do que o Rastafari nos apresenta. Na soma da vivência com os irmãos e as noites de JAVA do Dubversão, encontraram no reggae sound system sua forma de expressão.

rockerstime-ini sounds-chacrinha-rasfilms

Da esq para dir: André RASfilms, Afreekadu, Diego Jahman, Diego Fyah e Gheto Bruno (Foto: RASfilms)

Outro ponto marcante da equipe é o trabalho do “general” Jahman, fundador da “Casa Madiba”, uma das principais casas de marcenaria para sound system do Brasil, e instrutor da oficina “Por Dentro do Sistema”, que desenvolve um trabalho de construção dos equipamentos de um Sistema de Som e tem sua marca nos principais sistemas de som de São Paulo.

Em 2016, suas construções chegaram na maior bienal da América, a bienal de São Paulo. A Casa Madiba foi quem construiu as caixas de som presentes no projeto TabomBass, que foi desenvolvido a partir de inspirações da artista Vivian Caccuri em um baile do Dubversão Sistema de Som.

Apenas o começo!

Mais e melhores notícias vêm por aí. Se inscreva na nossa lista e seja o primeiro a ver nossas novidades e receba promoções exclusivas! O RockersTime abraça a missão de transmitir ao público conteúdo que informe e dê base para que você também protagonize o reggae dentro de sua região e possibilidade. O reggae não pode parar!

Leonardo Silva [Jah Leo]

Leonardo Silva [Jah Leo]

Iniciei minhas atividades no reggae ao ser um dos fundadores o Reggae pelo Reggae em 2012, onde atuei até Julho de 2016 como Diretor de Conteúdo. No começo dos estudos sobre reggae, me encantei com a cultura dos sistemas de som, fiz parte do Vietcong Promotion até que decidi construir o Leão Conquistador. Também fundei o Rockerstime e a Subcultura, loja online de discos de vinil que distribui para todo o Brasil.
Leonardo Silva [Jah Leo]

Comentários